sábado, 27 de setembro de 2008

Que dias são estes





Que dias são estes
Em que os poetas escrevem
Mas não se apaixonam?

Que canções tocam nos MP3s e celulares
Em ouvidos de almas que recusam sair da aridez
Dias que nos comunicamos de qualquer lugar
Com palmtop e celular
E a distância não pára de aumentar

Caminhando para longe de nós e dos outros
Calada está a vontade de pertencer a algo maior
Os profetas ainda comem mel nos desertos
Não há quem se vista destes tempos
Alguém que deixe ecoar um simples gemido de caridade e paz

Que dias são estes?
Eu gostaria de vive-los e interpreta-los
De teme-los assim como temo a mim
Negando o senso não temer por não conhecer
O tipo de coragem imbecil
Original da ignorância

Que dias são estes?
Dias como todos os outros
Universal à todas a civilizações
Em que a ausência do Amor
É nosso problema comum

Daniel Babugem

1 comentários:

Marcio Ander disse...

nao sei se vc se lembra de mim mano mas sei que estou muito feliz em reencontralo aqui no seu site entra em contato depois tenho varias noticias pra vc por exemplo vou ser pai em junho ! meu email e esse marcioandermacv@hotmail.com fica com Deus brother
i miss you brother ! deixe seu tel pra mim depois ! abracos

marcio ander